Sabado a noite

Como classificamos uma grande noite? Muitos dizem que são pelos eventos, na minha opinião não são pelos eventos mas sim pelas conexões que cada evento traz a outro.

Essa noite teve uma explosão, um bom filme, um cara satisfeito, uma chave misteriosa, dois carros malucos, uma dose talvez de magia e muita, muita chuva. Vocês vão ver que não foi nessa ordem e que quase todos os eventos têm um único significado.

Essa noite maluca começou as 16:58 quando sai de casa e fui ao ponto de ônibus onde no meio do caminho passaria na casa de um amigo que iria comigo ver o filme no cinema, acabei que encontrei com ele e mais um outro amigo no ponto de ônibus. O ponto fica na frente de um prédio, como estávamos na frente da porta tínhamos que sair da fila caso algum morador saísse, e saiu, era apenas um cara com uma moça que aparentemente seria sua namorada, a porta tem um vidro em cima então quando o sujeito saiu do apartamento vimos o motivo do sorriso do caboclo, ele estava usando apenas samba canção, com o rosto mostrando estar aliviado.

Iríamos ver a sessão das 19:30, e como moramos em outra cidade, pegamos o ônibus que saiu as 17:15. Chegamos no cinema 34 minutos antes, para não perder um bom lugar na sala, compramos ingressos e posteriormente fomos ao banheiro. Eu não colocaria essa ultima frase caso não tivéssemos encontrados uma chave em um dos sanitários, perguntamos se seria de alguém que estava ali, porém não era, depois ficamos nos perguntado de como o cidadão deixaria cair uma chave e não ter visto e porque não pegou pois o sanitário estava aparentemente limpo, poderia limpar a mão depois. Fechando mistério da chave, depois do filme fomos no banheiro e a chave não estava mais, como chegou lá? De quem era? e pra onde foi? Nunca saberemos com certeza.

Chegando à sala do cinema um dos meus amigos constatou algo interessante, o filme que estávamos vendo era de super heróis, porém  mais de setenta por cento das pessoas que estavam vendo estavam em casais, ele descreveu que nós três éramos uma grande vela pois tinha um casal em cada ponta onde estávamos, norte, sul, leste e oeste. Falando do filme, foi satisfatório, além da expectativa.

Quando saímos do cinema nos deparamos com uma chuva forte então esperamos um pouco, até que vimos que não poderíamos esperar porque corríamos o risco de perder o ultimo ônibus, mas o que nos deixou perplexo foi um casal onde garoto parecia ter doze anos e muito estranho e a garota muito linda e ter aparentemente 18 anos, os dois falaram sobre isso até metade do caminho mesmo estando de baixo de uma tempestade, eles só pararam de falar quando vimos o primeiro carro louco, quando o sinal fechou o carro diminuiu a velocidade normalmente mas do nada, acelerou e jogou água pra todo lado.

Posteriormente encontramos com outro carro louco, onde os caras fizeram de quase tudo, gritaram algumas piadas ruins e um deles abriu a porta em movimento e urinou como se não houvesse amanhã, uma moça que estava com o seu namorado riu muito.

Depois disso vimos que perderíamos o que seria o ultimo ônibus segundo um dos amigos que estava comigo, era 22:00 e pra ele o ônibus sairia 22:15 então corremos com se nossas vidas dependesse disso, corremos durante um tempo, viramos em direção ao ponto, atravessamos a rua e a linha do trem quando paramos uma moça que não conhecíamos nos disse a seguinte frase em um tom que parecia um filme.

 

-Perdemos o ônibus.

 

No exato momento que ela disse isso e nós paramos da corrida, o fio de alta tensão do outro lado da rua explodiu deixando o lugar onde estávamos sem luz. O que nos deixou felizes foi saber que o ultimo ônibus não era aquele e sim o de 23:15.

Ficamos uma hora esperando, primeiro sentamos posteriormente fomos pra fila onde do nada um senhor escutando musica passou, o radio estava numa emissora onde tocava musicas antigas, ele foi de uma ponta a outra, quando ele voltou em minha direção, ele parou e apontou para o chão, ficou um tempo parado, depois do nada ele disse assim com convicção.

 

-Olha, olha…. Que passeio maneirasso.

 

Depois disso, ele foi embora e ficamos lá rindo, quando deu uma hora o ônibus chegou e entramos. Minha cidade tem duas entradas principais, por onde estávamos indo que era pela antiga estrada e uma outra que é a BR 040. Por onde estávamos indo chegaríamos em 40 minutos no máximo mas quando tínhamos passado da metade do caminho o ônibus parou bruscamente, meu amigo foi na frente ver o que havia ocorrido, quando voltou relatou que um carro tinha virado e ficado de lado no meio da pista por  conta de uma inundação.

Pra não arriscar ele deu a volta e voltamos pra cidade onde estávamos para poder pegar essa estrada principal que falei acima. Demoramos mais uma hora pra chegar porém chegamos.

Cheguei em casa as 1:02, essa pequena aventura durou oito horas, você talvez não goste dessa historia mas pense que quando ficarmos velhos, serão essas historias bestas que contaremos, por isso saia de casa, faça algo, viva do seu jeito mas viva e colecione historias e mesmo que sua noite ou dia não tenha nada que você ache não valeu apena, terá pelo menos tentado e vivido algo.

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s